Qual é o melhor Iphone da Apple?

Escolha Premium

Nossa recomendação

Melhor para o seu bolso

A Apple surgiu nos anos 1970 e o iPhone veio 40 anos depois, em 2007. Desde então não parou mais, criando mais e mais adeptos por todo o mundo. Defensores com unhas e dentes, os fãs sempre estão a cada novo lançamento na porta da loja esperando para adquirir o produto.

Por que todo esse sucesso pela empresa da maçã? O que ela tem de especial? Vale a pena? Atualmente ela possui alguns modelos disponíveis no mercado. Qual o melhor?

Antes de você escolher o melhor iPhone, conheça nossas 3 recomendações dos melhores modelos:

Recomendações

Escolha Premium

Nossa recomendação

Melhor para o seu bolso

Itens que você também pode se interessar:

Melhor Iphone da Apple

Índice

Mini Guia de Compra

O iPhone chegou e desde então é um dos celulares mais vendidos – e cobiçados – do mundo. Geralmente quem entra para o mundo da maçã, não sai mais.

Mas diferente de outras marcas de smartphones, a Apple tem uma peculiaridade no Brasil: seu preço exorbitante. Classe popular? Infelizmente é para poucos. A empresa não trabalha com celulares ‘intermediários’.

Dessa forma, todos são naturalmente considerados top de linha. Para dificultar um pouco mais, sempre ao ser lançado um novo modelo, o mais antigo deixa de ser feito. Ou seja, as chances de poder comprar aquele smartphone mais barato vão para o ralo.

iPhone 12 – o novo poderoso

Design

Acabado de sair do forno, o iPhone 12 ganhou conexão 5G e um redesign: eles ficaram com as laterais retas e sem a curvatura de todos os últimos smartphones.

Sua tela OLED tem 6,1 polegadas e vem com a tecnologia Super Retina XDR Display. As cores disponíveis são preto, branco, vermelho, verde e azul. Seu acabamento é em alumínio. 

Câmera

O sistema de câmera vem com dois sensores na traseira: Wide – com sete elementos e abertura de f/1,6 – e UltraWide (f/2,4), ambos com 12 MP.

Fora isso, seu sensor fotográfico cresceu para captar mais luz e detalhes. A câmera frontal vem também com 12 MP. Você poderá captar imagens em movimento – vídeos – com HDR, além de oferecer a opção do Dolby Vision HDR.

Desempenho

O processador, evoluído, é o A14 Bionic, chip de seis núcleos e 5 nanômetros feito pela própria empresa, que promete ser 25% mais ágil e eficiente que seu antecessor. Você pode escolher o armazenamento de 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

Bateria

O iPhone 12 tem 2.815 mAh, enquanto seu antecessor tem 3.110 mAh, ou seja, ele deu uma retrocedida.

iPhone 11 – melhor custo-benefício

Design e tela

Substituindo o XR, o iPhone 11 é o mais barato da linha. Único com tela LCD (1792×828 pixels), ela tem 6,1 polegadas. Como o XR, a traseira é de vidro com acabamento brilhante e as laterais são de alumínio. Ele vem em várias cores, sendo vermelho, amarelo, branco, verde, preto e roxo.

Câmera

A câmera traseira dupla vem com dois sensores de 12 MP, sendo um wide e o outro ultra-wide – com angulação de até 120º. A câmera é capaz de detectar pessoas – com algoritmos avançados e o uso do HDR –, combinando vários retratos até chegar ao melhor resultado, acentuando os detalhes do rosto.

Seu modo noturno consegue trazer muitos detalhes mesmo em locais bastante escuros (modo retrato). As gravações são feitas em 4K. As duas câmeras traseiras conseguem trabalhar juntas, ou seja, caso você corte o pé de uma pessoa na foto, basta enquadrar a imagem depois.

O modo retrato da câmera frontal melhorou e agora é possível fazer um vídeo-selfie em slow-motion.

Desempenho

Seu processador é o Apple A13 Bionic, que, segundo a empresa, é o conjunto de GPU e CPU mais rápido já colocado em um smartphone, sendo assim, não existe perda de performance em relação aos modelos mais caros.

Bateria

A marca promete uma hora a mais de duração que a do iPhone XR, mas é praticamente a mesma coisa. O modelo vem com a certificação IP68 de resistência contra água e poeira, carregamento sem fio e suporte para Wi-Fi 6 – deixando o 5G de fora.

E, infelizmente, a empresa continua enviando o carregador de 5 watts.

iPhone SE – o mais barato atualmente

Design e tela

O mais barato da nossa lista, mas nem por isso, um smartphone ruim. O iPhone SE tem a cara do iPhone 8, vindo com tela de 4 polegadas resolução HD+ e painel Retina IPS LCD, nas cores vermelha, preta e branca.

Seu corpo é de metal com a traseira de vidro e proteção contra água (certificação IP67). Seu contraste foi aprimorado em relação à geração anterior, exibindo cores mais vivas – graças ao HDR e Dolby Vision.

Você encontrará os mesmos recursos de tela do iPhone 11 aqui, como o TrueTone e o Night Shift.

Câmera

A traseira traz apenas uma câmera, que parece pouco, afinal, celulares por metade do preço já trazem até três câmeras! Mas a qualidade é excelente. O modo retrato funcionará muito bem sem precisar de outras lentes para ajudar a câmera principal.

O conjunto de sensores e lentes são os mesmos do iPhone 8, porém agora possui o recurso Smart HDR – presente nos aparelhos atuais. O chip A13 Bionic também acaba sendo bem melhor do que era no iPhone 8.

Ele consegue tirar boas fotos noturnas, com boas cores e sem saturar. A câmera frontal também é a mesma de 7 MP, parece pouco, mas traz muitos detalhes, contraste e alcance dinâmico, além de ser possível desfocar o fundo das fotos.

Os vídeos podem ser gravados em 4K a 60 fps com a traseira e Full HD a 30 fps com a selfie. A qualidade é muito boa de dia, mas à noite há muitos ruídos. Há estabilização em todos os modos e o foco não é muito ágil, porém a captura de áudio tem ótima qualidade.

Desempenho

Apesar do pequeno tamanho, seu desempenho é bem potente, vindo com o mesmo hardware dos modelos mais recentes. Você terá o A13 Bionic e 3 GB de RAM, ótimo para rodar qualquer app sem travar nada, mas claro, não compare ao iPhone 11.

Bateria

O aparelho vem com apenas 1.821 mAh. Se usar moderadamente, pode durar até o início da noite. O carregador é o mesmo de 5W. Com a carga rápida de 15 minutos, você consegue 15% de volta.

iPhone 11 Pro Max – caro, mas sem igual

Design e tela

Como os anteriores, seu design tradicional foi mantido – sempre bonito. Mas nesse caso, por ser a versão premium, obviamente teria alguns detalhes a mais: sua construção é em vidro e sua moldura é de alumínio inoxidável.

O iPhone 11 Pro Max tem proteção contra água, podendo ser mergulhado em uma profundidade de até dois metros durante 30 minutos. Você pode escolher entre as cores: cinza-espacial, prateado, verde meia-noite e dourado.

Dessa nova geração, esse iPhone é o que possui a maior tela: 6,5 polegadas (resolução de 1242 x 2688); vem com tecnologia Super Retina XDR OLED. Ela possui brilho de 800 nits – considerado alto –, mas consegue chegar a 1.200 nits para fotos em HDR ou exibir vídeos em 4K.

Sua tela possui certificação Dolby Vision e recurso HDR10, melhorando as cores e brilho das imagens. Ela também conta com a tecnologia True Tone, – ajusta a tonalidade das cores de acordo com a luminosidade do ambiente.

Para finalizar, a tela vem com touch screen de 120 Hz de taxa de atualização, garantindo respostas mais rápidas ao tocá-la.

Câmera

O design da câmera, como sempre – com ironia –, foi comparado aos fogões por indução – por vir com três bocas, mas é claro, ao pegar o celular na mão, de fato, a opinião começa a mudar.

A câmera principal tem 12 MP, foco automático dual-pixel e estabilização de imagem. A segunda vem também com 12 MP, lente teleobjetiva, estabilização de imagem e zoom óptico de duas vezes. Já a última – também de 12 MP – tem lente ultra-wide, para quando quiser enquadrar imagens maiores que as convencionais.

O grande destaque dessa geração foi o avanço no modo noturno: agora você consegue fotografar em alta qualidade mesmo em ambientes bem escuros.

A câmera frontal, como as anteriores, também possui 12 MP – com abertura f/2.2 e um sensor SL 3D (faz o reconhecimento facial no Face ID e também o desfoque no modo retrato). Essa é capaz de gravar em 4K, filmar em câmera lenta, além de conseguir usar o recurso de foco dinâmico.

O celular também grava excelentes vídeos, filmando em 4K a 60 FPS, com estabilização. Ele vem com recursos de câmera-lenta, desfoque e grandes ferramentas para edição.

Desempenho

O processador do iPhone 11 Pro Max é o A13 Bionic, modelo hexa-core – fabricado pela própria Apple. Feito na arquitetura de 7 nm (nanômetros), ele consegue alcançar um clock de até 2,65 GHz, sendo o mais potente da marca.

Seu desempenho é excelente para qualquer aplicativo que quiser utilizar, sem travar nada. Um dos motivos pelo ótimo desempenho dos celulares da marca é a própria iOS, com recursos únicos e feitos especialmente para a maçã.

O smartphone vem com 4 GB de RAM e seu armazenamento interno pode ser encontrado em versões com 64 GB, 256 GB e 512 GB.

Bateria

Os últimos smartphones da marca já melhoraram no desempenho da bateria, mas diferente deles, o iPhone Pro Max vem com uma bateria maior: 3969 mAh de capacidade – aproximadamente 18 horas de autonomia, ou seja, você conseguirá usá-lo o dia todo sem precisar carregá-lo!

Finalmente a marca passou a enviar um carregador rápido de 18 watts com porta USB-C! Ele consegue carregar até 50% da bateria em apenas 30 minutos.

iPhone XS – podia ser melhor pelo preço

Design e tela

Outra opção da nossa lista, o iPhone XS foi lançado em comemoração aos 10 anos do smartphone, sendo assim, foi quando o design realmente mudou, tirando as bordas largas.

Apesar de visualmente não ter mudado tanto, a qualidade de construção foi aprimorada: tem o vidro mais resistente do mercado, mas claro, nem por isso você deve deixá-lo cair no chão! Possuindo certificação IP68, agora você pode mergulhá-lo por até 2m a no máximo 30 minutos.

Seu painel é OLED, vindo com tela de 5,8 polegada (resolução de 1125 x 2436 pixels) e suporte a HDR 10 e Dolby Vision. Ele conta com o recurso True Tone. A reprodução de cores padrão é ótima – com cores bastante vivas.

Câmera

A parte traseira traz câmera dual de 12MP (wide e tele objetiva). O sensor grande angular fica atrás da mesma lente f/1.8; a teleobjetiva vem com abertura f/2.4 – ambas têm estabilização de imagem. O flash de dois tons quad-LED.

O sensor principal está maior, permitindo capturar mais detalhes e melhorar o foco. O sensor secundário seguiu sem alterações. A câmera captura 4 fotos se  você manter o botão do obturador pressionado.

A novidade aqui é poder ajustar o efeito de desfoque antes de tirar a foto; a câmera frontal não recebeu melhorias, mas está mais rápida.

Agora é possível gravar a 60 fps com a frontal. A estabilização também foi aprimorada. Os vídeos continuam sendo gravados em 4K a 60 fps, mas agora capturam áudio estéreo.

Desempenho

Os recursos são os mesmos do iPhone X. O iOS 12 tem ótimo desempenho e excelente fluidez. As atualizações são rápidas e garantidas por muitos anos.

Bateria

A Apple reduziu a bateria de 2.716 mAh. para 658 mAh. Mas, mesmo com ela  menor, o iPhone XS superou o XS Max, entregando 3 horas a mais de autonomia, ou seja, ele é capaz de aguentar o dia todo longe da tomada.

Guia do comprador

Como comparar os iPhones antes de comprar?

Apesar de serem todos com preços bem elevados, os iPhones ainda possuem bastante diferença de um modelo para outro e não só no preço, mas nas especificações, então faça comparações de um com o outro que se interessar.

Tamanho da tela

Indo em ordem crescente, começamos pelo iPhone SE, que possui 4 polegadas. Depois dele, partimos para o modelo XS, que possui 5,8 polegadas.

Por último chegamos ao iPhone 11 que possui três tamanhos diferentes: o modelo 11 vem com a tela de 6,1 polegadas, o modelo 11 Pro vem com 5,8 polegadas e o 11 Pro Max tem 6,5 polegadas, sendo o maior da família.

Quantidade de câmeras

Como o anterior, vamos na ordem crescente: o iPhone SE vem com uma única câmera; o modelo XS e 11 vêm com 2 câmeras, já os modelos 11 Pro e 11 Pro Max possuem 3 câmeras.

Design

O design muda de geração para geração, mas alguns nem tanto. Vamos a eles: o iPhone SE tem o corpo de metal com a traseira de vidro. O modelo XS vem com a beira em aço inoxidável e a parte da frente e de trás em vidro.

O modelo 11 tem a traseira de vidro com acabamento brilhante e as laterais de alumínio. O 11 Pro e 11 Pro Max têm a construção em vidro e moldura em alumínio inoxidável.

Cor

Talvez você seja aquela pessoa discreta que já parte para o preto/branco, mas a empresa passou a acrescentar algumas outras cores aos smartphones: o iPhone SE vem nos tons vermelho, preto e branco. O modelo XS vem em dourado, cinza-espacial e prateado. A linha 11 tem nas cores vermelho, amarelo, branco, verde, preto e roxo. Já o 11 Pro e 11 Pro Max vêm nos tons cinza-espacial, prateado, verde meia-noite e dourado. Quantas cores!

Conclusão

Chegamos ao fim do comparativo. Qual o melhor iPhone? Após passar por todas as especificações e avaliações dos usuários, o escolhido foi o iPhone 11, sendo o melhor custo-benefício. Apesar do pouco avanço, ele possui boa bateria. Ambas as câmeras são excelentes – em qualquer condição, e seu desempenho é de tirar o chapéu.

FAQ

As pessoas ficam perdidas ao ver que o iPhone tem um preço elevado com uma câmera bem abaixo dos concorrentes sendo que quanto mais MP, melhor, não? É mentira! Uma boa câmara deve conter a quantidade certa de pixels para o tamanho do sensor.  É o tamanho dos pixels que conta! A qualidade da imagem dependerá do tamanho dos sensores, o número de pixels e o tamanho desses pixels.

As diferenças do sistema começam no hardware que é fabricado para cada um dos dois. O Android pode ser fabricado por diversas empresas, já o iOS apenas pela Apple. Em relação a atualizações, a Apple sai ganhando com quase 80% dos smartphones atualizados. Já a parte de experiência do usuário, uma se distingue da outra: o iOS vem com a proposta de ser simples, mas com um design elegante, já o Android vem com a proposta de ser personalizável.

Gostou do nosso artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais. Tem dúvidas ou algo a acrescentar? Deixe-nos um comentário.

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados