May 23, 2020
Sem respostas

O que é Pilates? Confira agora seus 22 benefícios e pratique em casa em 2020!

O que é Pilates e quais são os seus benefícios?

Uma prática ainda desconhecida de muitos, o Pilates  está em alta, e  com grande procura em estúdios de reabilitação, utilizando exercícios para fortalecimento muscular e equilíbrio. O Pilates é um grande aliado, podendo ser feito em casa na modalidade, solo, onde seus exercícios podem ser feitos sob um  tapete confortável da sua sala ou feito em estúdios especializados com equipamentos exclusivos.

Aqui trataremos tudo sobre o tema, o que é, para quem é indicado, para que serve e seus benefícios. Então, você que deseja saber mais, siga conosco nesta leitura.

Índice

Tudo o que você quer saber sobre Pilates

O Pilates ou contrologia é  um conjunto de exercícios criado pelo alemão Joseph Pilates nos anos de 1920, seu criador sofria de alguns problemas como asma, raquitismo e febre reumática.

Ao buscar um exercício que pudesse ser praticado por ele e que o auxiliasse nas suas dificuldades ele inventou essa modalidade que esta super atual até hoje, podendo ser utilizada para fortalecimento muscular e reabilitação em caso de  fraturas ou deficiências físicas.

Também chamado de contrologia por dar ao praticante da modalidade o controle sobre a mente, membros e músculos, pode ser feito por pessoas de todas as idades, promovendo um aumento da qualidade de vida.

Todos os exercícios têm por objetivo fortalecer a musculatura estabilizadora profunda do abdômen, promover mobilidade para as articulações, reeducação do movimento, consciência corporal, melhora da postura e músculos mais saudáveis (alongados e tonificados).

O que é Pilates?

Esta prática traz muitos benefícios e a definição de Pilates está totalmente ligada ao equilíbrio entre respiração, fluidez, concentração, controle, centro de força e precisão estes são os seis princípios da Contrologia ou Pilates.

O Pilates é um exercício que se torna sempre adaptável a cada aluno, por ter seus movimentos baseados na desenvoltura e necessidade de cada um proporcionando resultados incríveis, pelo modo que esta modalidade de exercício físico propõem.

Para que os iniciantes tenham uma ideia, os exercícios de Pilates surpreendem pela suavidade, porque não têm alto impacto, como outras atividades físicas, nem no início dos seus movimentos e também no final, proporcionando uma atividade muito útil para várias faixas etárias.

Desde atletas de alto rendimento, grávidas idosos e crianças, respeitando as capacidades individuais.

Quais os benefícios do Pilates e em quais tratamentos ele pode ser utilizado?

Confira os 22   benefícios do Pilates para o corpo:

  • 1 - Aumenta a resistência física e mental
  • 2 - Aumenta a Flexibilidade
  • 3 - Melhora os desvios da coluna
  • 4 - Trata patologias
  • 5 - Aumenta a capacidade cardiorrespiratória
  • 6 - Diminui ou acaba com as dores
  • 7 - Aprimora o gesto esportivo
  • 8 - Corrige problemas posturais
  • 9 - Aumenta a concentração
  • 10 - Tonifica a musculatura
  • 11 - Melhora a coordenação motora
  • 12 - Promove menor atrito nas articulações
  • 13 - Alivia dores musculares
  • 14 - Ajuda a melhorar a respiração e a flexibilidade
  • 15 - Auxilia a prevenção contra a osteoporose
  • 16 - Promove relaxamento, o bem-estar e eleva a autoestima
  • 17 - Elimina toxinas e facilita a drenagem linfática
  • 18 - Melhora a postura e a resistência muscular
  • 19 - Expande a consciência corporal
  • 20 - Auxilia no controle do peso
  • 21 - Fortalece os músculos abdominais
  • 22 - Trata patologias de tornozelo, joelho, quadril, coluna e ombro

O Pilates por se basear em movimentos sutis sem movimentos bruscos e de baixo impacto, pode ser feito por pessoas debilitadas por lesões, sendo muito utilizado quando ocorre lesões na coluna, uma lesão na coluna deixa qualquer pessoa muito instável, por conta das dores, desta forma os exercícios feitos pelo Pilates proporcionam uma melhora muito significativa na postura e nos movimentos, dando mobilidade a coluna de forma segura, sem possíveis dores por conta do exercício.

A maioria dos exercícios é feito com o peso do seu próprio corpo, mas é possível a utilização de alguns acessórios específicos para potencializar os efeitos e resultados de cada um.

As capacidades de cada paciente são respeitadas e os bons profissionais vão sempre propor exercícios personalizados para cada paciente conforme sua necessidade.

O Pilates emagrece? Com certeza você já fez essa pergunta!

O emagrecimento pode ocorrer sim, através da periodicidade dos exercícios do Pilates, mas isso vai depender de muitos fatores.

Como a prática do Pilates proporciona ao aluno um metabolismo mais acelerado isso auxilia muito no emagrecimento melhorando o condicionamento físico.

Mas para que o emagrecimento se consolide é necessário a prática, mútua de outro exercício aeróbico para que você consiga emagrecer mais rápido.

O Pilates aumenta o tônus muscular, a flexibilidade, proporciona o aumento da massa e o fortalecimento dos músculos das pernas e dos braços. Estes efeitos não podem ser vistos como uma forma de emagrecer mais é indiscutível os benefícios para  enrijecer os músculos.

A intensidade dos exercícios pode ser um fator fundamental se seu objetivo é o emagrecimento.  Existem exercícios desde o de intensidade mais leve até os de alta intensidade.

Lembrando que para que estes exercícios de maior intensidade sejam feitos com total benefício para seu corpo, você deve procurar um  profissional que te dê as instruções corretas.

Para se efetivar a perda de peso através do Pilates é necessário a utilização dos acessórios que vão auxiliar e intensificar os exercícios por este motivo o seu instrutor vai te dar as melhores opções para perda de peso.

Pilates para gestantes, quais benefícios esta atividade entrega?

Durante a gestação o corpo da mulher passa por alterações físicas e hormonais. E a utilização desta atividade durante a gestação pode auxiliar e muito na hora do parto e o desconforto provocado pelas mudanças.

Além do equilíbrio, o Pilates auxilia no fortalecimento do assoalho pélvico muito importante no momento do parto.

Este exercício  proporciona estabilização da coluna e diminuir as dores, o pilates proporciona conhecimento sobre a respiração que ajudará a gestante na hora das contrações.

Seu instrutor vai adaptar o que for necessário para a sua aula seja o mais confortável e produtiva possível, neste momento sempre opte por um profissional que entenda do momento gestacional para que você tenha uma boa experiência na hora da sua atividade física.

É necessária muita atenção aos meses da gestação durante desenvolver das atividades, pois cada período tem suas necessidades e mudanças específicas como postura e posicionamento.

Exercícios de Pilates e os benefícios para sua postura

Ter uma boa postura nos traz mais conforto, os casos mais comuns hoje em dia são de pessoas que têm problemas  posturais cada vez mais cedo, por conta de muito tempo sentado, uso constante de celulares, computadores e o sedentarismo.

Provocando assim na maioria da população, desvios de coluna ou problemas relacionados a postura.

A prática do Pilates pode auxiliar nessa correção de postura, com os exercícios propostos na modalidade o fortalecimento muscular da região da lombar e os exercícios sem impacto  dão um grande alívio para quem sofre com dores nas costas.

O treino de Pilates auxilia para que você perceba seu posicionamento no ambiente e te da noção de como corrigir a má postura quando necessário.

Pilates em solo ou em aparelhos por onde começar?

Existem duas formas de se exercitar no Pilates, o Pilates em solo ou Mat Pilates como também é conhecido se baseia em exercícios propostos pelo próprio criador da modalidade o Joseph Pilates que indica exercícios com o uso do próprio corpo sem a necessidade de acessórios.

Com o passar dos anos algumas modificações foram feitas nessa modalidade onde foram inseridas alguns acessórios para potencializar os movimentos. Os exercícios  em solo auxiliam o iniciante no aprendizado da respiração correta e no centro de força.

Alguns dos aparelhos que foram incluídos no exercício foram o Magic circle, Meia Lua, Banda Elástica, Rolo de Espuma e a  Bola.

O Pilates em aparelhos se caracteriza por serem realizados de forma rítmica e com total controle da respiração.

Nos aparelhos a intensidade do exercício é medida pela cor da mola usada durante o treino, as mesmas tem sua classificação por cor,  sendo preta, vermelha, verde, azul e amarela, em ordem decrescente de intensidade.

As molas dificultam ou facilitam o movimento, tudo vai depender do grau de dificuldade que o praticante quer, assim  como o objetivo desejado.

Os aparelhos desenvolvidos por Joseph Pilates usados em Studio são: universal Reformer, Cadillac,Chair e Barrel.

Pilates com Bola

Como vimos, existem duas modalidades de Pilates, o Pilates em solo e o Pilates em estúdio.

Na opção em solo com certeza você já viu fotos ou vídeo de alguém utilizando uma  bola durante os exercícios.

Esta bola é conhecida como bola de Pilates ou fitball  ela foi adicionada aos exercícios de Pilates com a evolução da modalidade, originalmente ela não existia, mas com a versatilidade dos exercícios e a necessidade de cada praticante ela tomou seu espaço.

Foi usada primeiramente na suíça por isso também pode ser chamada de bola suíça.

Pode ser usada em treinamentos esportivos, yoga, ginástica e principalmente nas aulas de Pilates. Seu uso nas atividades do Pilates apresentam variedades de movimentos.

O uso da bola de Pilates em exercícios pode proporcionar vários benefícios como:

  • Auxílio na ativação de áreas do corpo responsáveis pela mobilidade articular e na área muscular.
  • Melhora a força e resistência do corpo
  • Estabiliza a musculatura e melhora a flexibilidade
  • Aumenta o equilíbrio e melhora a coordenação
  • Neutralizam o estresse já que são um elemento lúdico, além de relaxar tensões.

Qual a diferença entre Pilates e a Yoga?

Às duas modalidades têm suas semelhanças, mas entregam pontos focais diferentes.

Ao ver os praticantes você pode imaginar que estão praticando uma mesma modalidade porém elas têm suas diferenças.

Sabemos que às duas modalidades podem ser feitas em conjunto com outros exercícios e que os benefícios com certeza serão perceptíveis, então não há contraindicação  para a prática em conjunto.

O Pilates tem seu foco num corpo saudável e com boa forma já a Yoga é mais focada no equilíbrio entre corpo e mente.

O inventor do Pilates Joseph Pilates, pessoalmente praticava Yoga e muitos dos exercícios.

Ele que também praticava boxe, circo, acrobacias, que também o influenciaram no seu repertório de movimentos dentro do Pilates, desta forma identificamos que as modalidades estão sim interligadas e ambas nos entregam um bem-estar físico muito importante.

Para  uma geração que tem sido conhecida como a mais sedentária em comparação aos séculos passados, a evolução da tecnologia nos deixou cada dia mais, acomodados. Mas há solução, podemos virar esse jogo.

 

Yoga x Pilates

Vamos apresentar as principais características e diferenças destas modalidades tão parecidas para que você saiba qual escolher na hora da sua atividade física.

Yoga

Modalidade Originada na Índia, a palavra “Yoga” é derivada do sânscrito”yuj” que significa integrar, unir e totalizar.

O método busca a união entre a mente e o espírito utilizando as posições praticadas (assanas), a respiração (pranayamas) e a meditação.

Conheça mais sobre o que é a Yoga neste artigo onde temos algo preparado para tirar todas as suas dúvidas.

No desenvolvimento das  técnicas é possível concentrar toda sua atenção no corpo, fazendo com que sua mente tenha um momento só seu de reflexão e autoconhecimento.

Conheça os reais benefícios da Yoga  aqui unimos todas as informações sobre essa atividade física milenar.

Na Yoga o praticante permanece por um longo tempo na mesma posição, dentro do qual medita sobre as reações de seu corpo às sensações provocadas por cada postura.

Pilates

Este método foi criado por Joseph Pilates um Alemão que sofria de alguns problemas físicos com o raquitismo e ainda sofria de febre reumática.  Seu método era focado no controle consciente dos movimentos do corpo.

Buscava ter uma mente saudável e alcançar o controle do próprio corpo.

Iniciou suas pesquisas e experimentou a eficiência da sua técnica num campo de batalha, após a Primeira Guerra Mundial auxiliando seus colegas feridos e mutilados pelas batalhas.

Seu início foi marcado pelo improviso com molas de camas e outros acessórios também improvisados.

Atualmente sua técnica ainda é utilizada por pessoa com debilidades físicas como idosos ou pessoas em recuperação de fraturas e problemas posturais na coluna.

O foco da sua técnica consiste em adquirir um corpo saudável, com o fortalecimento da sua musculatura e controle da sua mente. Busca a qualidade total do movimento e não a quantidade dos movimentos feitos.

Ambas técnicas entregam relaxamento, melhora do condicionamento físico e melhora da postura, então uma opção na dúvida e fazer exercícios que interagem às duas técnicas juntas.

Yogilates - A junção das técnicas de Pilates e Yoga

Aqui está a opção que une as características das duas modalidades e potencializa ainda mais seus benefícios.

O Yogilates foi desenvolvida pelo personal trainer e dançarino americano Jonathan Urla, em 1977. Integração do melhor do yoga e do Pilates. Durante todos os exercícios você usa a consciência da respiração, é uma integração verdadeira das duas técnicas.

Além de usar a meditação para total relaxamento da mente, sempre focando numa boa respiração, os exercícios visam a melhora da musculação aliada ao alongamento.

Você pode  relaxar o corpo e ter o alivio do stress, aprendendo  a eficiência da respiração para movimentar melhor os músculos.

Os resultados são a melhora a postura e o autoconhecimento.

O yogilates também traz controle e flexibilidade.

Gostou, vamos começar os exercícios? Deixamos aqui alguns exercícios em solo para você iniciar!

Veja alguns exercícios para você iniciar hoje na sua casa!

1 - The Hundred

The Hundred

Deitado de barriga para cima, com coluna lombar no solo, joelhos flexionados 90 graus com os pés flutuando, braços ao longo do corpo e escápulas estabilizadas.

Inspire para se preparar, expire elevando a cabeça e a parte superior do tronco (olhando para o umbigo), flutuando os braços com energia como se fosse alcançar os calcanhares.

Inspire e mova os braços para cima e para baixo, por 5 vezes, expirando e realizando o mesmo movimento de braços por 5 vezes.

2 - Roll Up

Roll Up

Deitado de barriga para cima, com o corpo estendido, contraia os glúteos, pressione uma perna contra a outra e mantenha os pés em flexão plantar, com os calcanhares juntos e dedos separados (Posição V Pilates).

Inspire elevando os braços para o teto e expire começando o movimento pela cabeça, olhando para as pernas, coluna torácica redonda, braços a frente na linha das orelhas.

Inspire retornando pela pelve e coluna lombar em seguida, inspire retornando à posição inicial e repita o movimento de 3 a 5 vezes.

OBS: iniciantes podem realizar o exercício com as pernas flexionadas e aduzidas.

3 - The One Leg Circle

The One Leg Circle

Deitado de barriga para cima, com o corpo estendido. Inspire na posição e expire subindo uma perna para vertical. Inspire realizando a metade do círculo para dentro e expire realizando metade do círculo para fora.

Repita o movimento de 3 a 5 vezes e em seguida, inverta a direção do movimento mantendo as pernas sempre em leve rotação externa, principalmente a perna de movimento.

Caso houver compensação de lombar, realize movimentos pequenos mantendo a coluna neutra.

OBS: iniciantes podem realizar este exercício de Pilates solo com as pernas flexionadas.

Conclusão

Não podemos deixar de nos exercitar, seja com as práticas sem impacto do Pilates ou com as técnicas para aliviarmos as tensões e o stress da Yoga, ou até mesmo com a união das duas com o Yogilates.

Busque sempre que possível a orientação de um profissional da área.

Escolha sua modalidade e se exercite hoje, não deixe de conferir nossas dicas para outras modalidades!

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados