August 14, 2020
Sem respostas

Guia Definitivo para comprar um Cafeteira

O consumo de café já é algo tão comum na nossa rotina que é impossível imaginar a vida sem essa bebida. Ela pode ser consumida a qualquer hora do dia, mas, geralmente, é durante a manhã que uma xícara de café faz mais sucesso nas padarias, escritórios, consultórios, lanchonetes e lares brasileiros. Afinal, todo mundo precisa de uma boa dose de cafeína para começar bem o dia.

Por causa desse hábito de consumo, tornou-se comum a presença de algum tipo de cafeteira nas casas e escritórios. Antigamente, você só encontrava as populares cafeteiras de coador ou cafeteiras elétricas. Contudo, cada vez mais as empresas têm investido em máquinas que produzem aquele tipo de café que, geralmente, você só encontra na padaria ou outro local especializado, tais como café expresso, latte, mocha, entre outros.

Além disso, formas inovadores ou tradicionais de se preparar café em outros países, tem ganhado espaço no cenário de café brasileiro, por proporcionar a possibilidade de uma experiência diferente de consumo dessa bebida. Com tanta variedade, é impossível que você não encontre o tipo de cafeteira ideal para conseguir a bebida com o sabor e preparo que você tanto deseja.

O problema é que, com tantas possibilidades, você também pode ficar confuso sobre qual dos modelos pode ser o mais adequado para atender as suas necessidades. E foi pensando nisso que resolvemos compartilhar esse guia, para te ajudar a entender, de uma vez por todas, que existe uma cafeteira que combina com o seu gosto e com o seu estilo de vida.

Índice

Como escolher a melhor cafeteira?

Antes de te apresentarmos os tipos de cafeteiras que existem no mercado, bem como suas vantagens e desvantagens, precisamos te explicar alguns critérios que você deveria levar em consideração durante o processo de compra.

Afinal, cada tipo de cafeteira produz um café diferente e possui uma forma de preparo diferente também. Por isso, para te ajudar a ter clareza durante o processo de escolha, separamos 5 pontos que você deveria prestar atenção antes de escolher sua cafeteira.

Tipos de cafeteira

Agora que você já sabe em quais critérios precisa ficar atento para escolher a cafeteira certa para o seu estilo de vida, está na hora de conhecer melhor os vários tipos de cafeteira disponíveis no mercado.

Por isso, nos próximos tópicos vamos de apresentar os principais modelos, incluindo as vantagens e desvantagens de cada um deles, para te ajudar a escolher corretamente.

Cafeteira de Coador

Cafeteira de coador

A cafeteira de pano é praticamente um patrimônio cultural brasileiro. É muito comum encontrar pessoas que já consumiram ou experimentaram o café preparado no filtro de pano, que é uma forma antiga e tradicional de preparo.

Por isso, a cafeteira de pano geralmente é associada ao café da vovó, de modo que o aroma do café extraído desperta uma memória emocional forte no imaginário do brasileiro. E toda essa popularidade é consequência da forma simples, rápida e casual de preparo do café, além de ser prático e econômico, já que esse é o método mais barato de preparo.

Vale lembrar que o filtro de pano não precisa ser escaldado, mas que é importante mantê-lo bem limpo e realizar sua troca, pelo menos, a cada dois meses. Além disso, o ideal é utilizar água quente para realizar a higienização correta do filtro de pano.

Com relação ao modo de preparo, a proporção mais indicada é 10g de café ou 1 colher de sopa, para cada 100ml de água, de preferência filtrada ou mineral, para não influenciar o sabor. Também é importante utilizar um café com moagem fina para média, como aqueles que se podem ser adquiridos em qualquer mercado.

Cafeteira elétrica

A cafeteira elétrica atingiu seu auge há cerca de 10 anos, sendo que o seu lançamento iniciou uma nova era, com uma nova forma de se preparar café. Esse tipo de cafeteira chama a atenção por ser um eletrodoméstico simples, com sistema de aquecimento de água pelo qual passa o pó de café. Dessa forma, o café é filtrado e você pode obter sua bebida quente na jarra, de uma forma rápida e prática.

Por ter um funcionamento simples e prático, esse tipo de cafeteira é muito utilizado por famílias e empresas, já que alguns modelos permitem que você prepare mais de um litro de café de uma única vez.

O ideal é escolher um bom aparelho, com funcionalidades como desligamento automático, aquecimento e função autolimpante, pois isso irá influenciar na manutenção da máquina e no preparo do café. Além disso, preste atenção na qualidade da jarra de vidro, pois algumas são frágeis e podem quebrar facilmente após uma queda.

Máquina de café expresso

cafeteira Espresso

A máquina de café expresso surgiu em 1901 e virou uma febre no mundo inteiro. Muito comum em padarias, restaurantes e cafeterias, essa máquina se destaca por produzir um café com aroma forte, com amargor e cremosidade muito característicos e que acabou conquistando muitos fãs.

Além disso, essa cafeteira produz café em apenas 25 segundos, utilizando água pressurizada a 92ºC, ingrediente fundamental para deixar a bebida com cremosidade. Para isso, é necessário utilizar a quantidade exata de pó, que é moído na hora, depois compactá-lo com 20 kg de força e colocar a máquina sob pressão de 9 atmosferas.

Por causa desse processo, esse é um método que pode ser executado por um barista profissional, que vai escolher o café com a melhor torra, com moagem média, entre outros fatores. Porém, felizmente hoje você já pode ter sua própria máquina de expresso em casa ou no escritório, o que vai facilitar seu acesso a esse café com gosto especial.

Vale lembrar que, no momento da compra, é essencial saber quais bebidas a máquina é capaz de preparar, dar a preferência para um bom vaporizador e observar a presença de funcionalidades, tais como moedor de café integrado e a possibilidade de preparar duas bebidas ao mesmo tempo. Afinal, todos esses elementos influenciam no preço da máquina, que, em geral, requer um certo investimento.

Cafeteira de Expresso em Cápsula

Cafeteira de Expresso em Cápsula

A cafeteira de expresso em cápsula é uma das queridinhas do momento. Esse é o tipo ideal de cafeteira para quem quer ter uma verdadeira experiência gastronômica, mas não tem muito tempo ou habilidade para preparar suas bebidas. Afinal, ela é muito prática e simples de usar.

Além disso, você conta com uma grande variedade de opções de tipos de café, aromas, sabores, bebidas especiais e até torras diferentes. Sem contar o design moderno que a cafeteira apresenta, que pode ser um verdadeiro elemento decorativo na sua cozinha. Tudo isso tornou essa cafeteira um verdadeiro sonho de consumo para muita gente.

Para utilizá-la, você só precisa adicionar água ao reservatório e, quando for preparar sua bebida, adicionar a cápsula correspondente ao café de sua preferência no compartimento adequado. Depois, é só indicar a quantidade, em ml, de bebida que você deseja preparar e pronto! Em poucos segundos o seu café é produzido.

As cápsulas utilizadas nesse tipo de cafeteira podem ser facilmente encontradas em supermercados, lojas e cafeterias, o que facilita o uso da máquina. Porém, em geral, essas cápsulas possuem um valor elevado. Por isso, é necessário buscar alternativas e pesquisar bastante para encontrar o melhor preço.

Aliás, é importante pesquisar sobre os diferentes tipos e marcas de cafeteira de expresso em cápsulas disponíveis no mercado, uma vez que cada modelo apresenta um design e um valor específico.

Cafeteira Italiana

cafeteira italiana

A cafeteira italiana, também conhecida como Moka, é tradicional nas casas italianas, mas ganhou o coração dos brasileiros pelo seu charme e simplicidade. Essa é uma forma antiga de preparação de café. Por isso, a cafeteira tem um visual retrô. Mesmo assim, já é possível encontrar esse tipo de cafeteira na versão elétrica.

As cafeteiras italianas são capazes de produzir um café com sabor similar a de um café expresso.

Vale lembrar que esse tipo de cafeteira funciona através da pressão da água, uma vez que, ao entrar em ebulição, o vapor produzido sobe até passar por um compartimento contendo o café, realizando a extração da bebida. Nesse caso, para obter o melhor resultado, o ideal é utilizar um café com moagem mais grossa, para não entupir o filtro metálico.

Perceba que é a utilização é simples e fácil, sendo que não é necessário utilizar filtro de papel ou outro acessório durante o preparo. Apenas tenha cuidado para não preparar o café com fogo alto, pois isso pode queimar a bebida.

Cafeteira Francesa

Prensa fracesa

A cafeteira francesa, também conhecida como prensa francesa, chama a atenção pelo seu charme, simplicidade e método diferente de extração, especialmente por não utilizar filtro de papel ou energia elétrica durante o processo. Além disso, ela pode ser encontrada em diferentes tamanhos e confeccionada com diferentes materiais, como cerâmica e vidro.

Para utilizá-la, você deve adicionar o pó na cafeteira, colocar água entre 80°C a 90°C, e deixar o café em infusão por 1-2 minutos. Depois, abaixe o pistão para que a prensa separe o pó do café, filtrando a bebida. Lembrando que, quanto maior o tempo de infusão, maior o amargor e a concentração de cafeína.

Por causa desse processo de filtragem, o ideal é utilizar um café com moagem mais grossa, uma vez que o pó fino pode não ser filtrado corretamente, interferindo no sabor da bebida. Além disso, vale lembrar que a prensa francesa é um método eficiente de extração, capaz de preservar os óleos naturais do café e ressaltar o sabor da bebida.

Também é importante destacar que o café produzido na cafeteira francesa precisa ser consumido imediatamente, pois o recipiente não é capaz de manter a bebida quente.

Cafeteira Aeropress

Cafeteira Aeropress

A cafeteira AeroPress se tornou uma queridinha entre as competições de café no mundo. Essa é uma cafeteira pequena e compacta, desenvolvida para extrair apenas uma pequena quantidade, da maneira mais rápida e prática possível. E mesmo com esse porte reduzido, ela capaz de produzir um café forte e encorpado como um expresso.

Essa cafeteira chama a atenção por apresentar um formato de uma seringa gigante de plástico. Para utilizá-la, você pode utilizar o método tradicional ou o método invertido, que é mais simples.

Nesse método, você adiciona o pó no tubo central. Em seguida, adiciona 60 ml água a 80ºC e mistura suavemente. Depois, adiciona 170 ml de água, que deverá ser deixada em infusão por 10 segundos, e coloca um filtro de papel circular no porta-filtro. Por fim, basta desvirar todo o equipamento, num movimento rápido, encaixando o tubo direto no recipiente no qual será adicionado o café.

Você percebeu que não é exatamente um método simples, não é? Por isso, os baristas adoram se aventurar utilizando essa cafeteira, especialmente porque, nesse caso, as medidas exatas são fundamentais para produzir um café perfeito.

Apesar desse processo um pouco mais trabalhoso, você terá um café único, com sabor marcante e encorpado, que pode até ser usado no preparo de receitas e drinks especiais.

Cafeteira Turca

cezve

A cafeteira turca possui um método de extração simples, muito marcada pela tradição e consumida desde os povos antigos. Por isso, segundo a UNESCO, essa cafeteira é considerada um patrimônio cultural imaterial da Humanidade. Veja que estamos falando de uma bebida e um modo de preparo muito tradicional e singular!

Nessa cafeteira, o café é preparado no cezve, um tipo de instrumento de metal que lembra uma panela pequena, onde o pó do café é fervido junto com a água, produzindo uma bebida amarga e rica em cafeína. Além disso, nesse método é possível aromatizar o café utilizando especiarias, tais como cardamomo, canela e anis estrelado.

A utilização da cafeteira turca consiste, basicamente, num processo com três momentos de ebulição e descanso diferentes. O preparo é um pouco longo e delicado, mas a espera vale a pena, especialmente porque essa saborosa bebida deve ser apreciada com calma e, se for em conjunto, melhor ainda. Afinal, o café turco reúne as pessoas ao redor da mesa. Lembrando que esse café não é filtrado e deve ser ingerido bem encorpado.

Vale lembrar também que é recomendado utilizar cafés de torra média e de alta qualidade durante a preparação, com o objetivo de atingir uma excelente experiência de degustação. Nesse caso, o café tradicional, encontrado em supermercados, não é indicado para o preparo, já que apresenta uma moagem escura e mais grossa do que o recomendado.

Cafeteira Globinho

Cafeteira Globinho

Você conhece a cafeteira globinho? De toda essa lista, a cafeteira globinho, também conhecida como cafeteira sifão, é a mais inusitada. Com um design engenhoso, ela parece uma vidraria de laboratório, mas é capaz de preparar um café suave e diferenciado. Mas apesar desse visual moderno, esse é um método antigo de criação de café, que surgiu na Alemanha, no século XIX.

Ela é composta por três componentes principais, sendo que dois deles são globos de vidro, responsáveis por abrigar a água e um funil de vidro, no qual é adicionado o pó de café. Quando o fogo aquece a água no globo inferior, ela entra em ebulição e se eleva em direção ao globo superior, onde o café entra em imersão. Depois, quando o globo inferior perde calor, surge um vácuo, permitindo que o café desça e seja coado pelo filtro.

Vale lembrar que, nesse caso, também é necessário utilizar um café com moagem mais grossa. Além disso, essa cafeteira requer o uso de um filtro próprio para esse tipo de equipamento, capaz de preservar os óleos do café e, por consequência, produzir um café muito saboroso.

Parece um pouco complicado, não é? Mas, se você puder assistir o preparo, vai achar que está vendo um experimento, porque é essa a impressão que o processo feito dentro dessa vidraria produz. Se você é fã de cafés especiais e deseja investir nessa cafeteira, tenha cuidado ao utilizá-la e realizar sua limpeza, já que, além do preço elevado, ela é muito frágil e pode ser facilmente quebrada.

Conclusão

Existem vários modelos de cafeteiras disponíveis no mercado. Cada uma delas possui características próprias de preparo e requer um tipo de café diferente. Se você procura uma cafeteira para uso doméstico, pode optar pela cafeteira de coador, italiana ou expresso, por exemplo.

Mas se você estiver procurando uma cafeteira que será utilizada por várias pessoas, como ocorre em empresas e escritórios, o ideal é investir na cafeteira elétrica ou expresso em cápsula, que apresentam um preparo mais rápido. Contudo, se você deseja um café especial, com sabor diferenciado, pode investir na prensa francesa, cafeteira turca ou globinho.

É claro que essas são apenas sugestões de utilização, mas você pode ficar à vontade para utilizar a cafeteira que mais chamou a sua atenção na sua casa ou escritório. O importante é ter o equipamento capaz de preparar o café que não pode faltar na sua rotina.

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados