Para que serve o colágeno? Tudo sobre a proteína mais rica do nosso organismo

by Carlos

Para que serve o colágeno? Tudo sobre a proteína mais rica do nosso organismo

Considerado uma das proteínas mais abundantes no nosso corpo, o colágeno é responsável por conferir a elasticidade e estrutura muscular no organismo.

Sua suplementação é conhecida por melhorar a saúde da pele, das articulações e até mesmo do intestino. 

Mas será que somente a suplementação é suficiente para repor tudo que é perdido com o envelhecimento? Saberia dizer para que realmente serve o colágeno? Já ouviu falar sobre o colágeno hidrolisado e gostaria de saber quais são seus reais benefícios para nosso organismo? 

Novos estudos trouxeram mais informações sobre o tema. E se você tem interesse em entender um pouco mais sobre o assunto, basta acompanhar a leitura desse artigo até o final. 

Colágeno – A proteína mais abundante e rica do nosso organismo

Proteína de rápida absorção, o colágeno é, sem dúvidas, a proteína mais abundante e rica do nosso organismo.

Produzido pelo nosso próprio organismo caso algumas substâncias como a vitamina C estejam presentes, ele está em praticamente tudo no nosso corpo representando mais de 30% do total de proteínas.

Hoje sabemos que ele é fundamental para a formação dos tendões, cartilagens e ligamentos presentes nas articulações, evitando o contato entre os ossos e, consequentemente, o seu desgaste.

O colágeno atua também nas cartilagens presentes entres as articulações e assim, evita que os ossos se choquem uns nos outros e causam desgaste e dor. 

Porém, seus benefícios não param por aí. No próximo tópico te mostraremos de uma forma mais detalhada quais são os principais benefícios do colágeno:

Quais são os benefícios do Colágeno?

Colágeno é bom para que?

Mais firmeza e elasticidade à pele

Dentre os inúmeros benefícios conhecidos que ele pode proporcionar, sabemos que é responsável por garantir firmeza e elasticidade à pele, que é produzida naturalmente pelo corpo.

Células firmes e unidas

O colágeno é responsável também por manter as células firmes e unidas, prevenindo o aparecimento de estrias, rugas e linhas de expressão, além de também ser essencial para promover a saúde do cabelo e das unhas.

Alívio das dores nas articulações e cartilagens

Estudos recentes também demostraram que o colágeno é um grande aliado da cartilagem, tecido gelatinoso que protege as articulações.O colágeno também age aliviando as dores e reduzindo os sintomas das doenças nas juntas, proporcionando também mais qualidade de vida.

Músculos sempre fortes

A proteína é também responsável por manter os músculos sempre fortes, além de proporcionar o ganho de força e a redução da gordura sendo também benéfica para aumentar a massa muscular em pessoas com sarcopenia, condição natural e progressiva de perda de massa muscular, associada ao envelhecimento.

Porém, infelizmente, embora seja produzido naturalmente pelo organismo, quanto mais o tempo passa, menos colágeno fabricamos e, consequentemente, as linhas de expressão e a flacidez tendem a aparecer.

Em geral, a partir dos 35 anos que a produção de colágeno começa a diminuir e seus efeitos começam a ser sentidos. Consequentemente, as linhas de expressão e a flacidez tendem a aparecer e, por isso, a suplementação com colágeno passa a ser altamente recomendada.

No próximo tópico mostraremos quais são as principais fontes naturais de colágeno para você trabalhar a suplementação.

Suplemento alimentar: Quais são as fontes naturais de colágeno?

Alguns alimentos proteicos são verdadeiras fontes naturais de colágeno e ajudam a fornecer os aminoácidos essenciais para a constituição dessa proteína no corpo.

Encontre o melhor Whey vegano e conheça as variedades

Alimentos fontes de vitaminas C

Alimentos fontes de vitaminas C como limão, lima, tangerina, pimentão e a laranja, apesar de não serem fontes de colágeno, aumentam muito a produção de colágeno dentro do seu organismo.

Além disso, alguns vegetais verde-escuros, o tomate, abóbora, são boas fontes para o seu dia a dia.

Alimentos ricos em cobre

Alimentos ricos em cobre como as ostras, fígado, marisco, folhas verde-escuras, leguminosas secas ajudam, porque o cobre ajuda na formação de melanina, glóbulos vermelhos e colágeno também no nosso organismo.

Feijão, lentilha e algumas nozes também são boas opções para o seu dia a dia.

Niacina, ou a vitamina B3

A Niacina, ou a vitamina B3 também ajuda na síntese de colágeno e, inclusive, a melhorar o aspecto de sua pele, diminuir aquelas manchas causadas pelo envelhecimento.

Exemplos de alimentos fontes de vitamina B3: levedo de cerveja, beterraba, atum e semente de girassol. O fígado, os rins, essas vísceras de animais também são boas fontes.

Ferro

O ferro também, junto com a vitamina C é um cofator da produção de colágeno. Pensando nisso, consumir alimentos ricos em ferro encontrados em carne de uma maneira geral frango, peixe ou os vegetais folhosos verde-escuros pode te ajudar.

Sempre lembrando, é claro, que o ferro em excesso também é pró-oxidativo, faz mal para o nosso organismo.

Ainda falando de carnes, você pode também optar pelo caldo de osso, ou sopa de ossos, como algumas pessoas falam que pode ser feito tanto com o osso da galinha, normalmente se usa do peito do frango.

Algumas pessoas usam também ossos de boi, normalmente o mocotó ou tutano. Aquela parte meio oca que tem aquela parte gelatinosa dentro do boi mesmo e que você normalmente compra no açougue.

O lado bom é que eles são bem acessíveis, são bem baratos para você fazer.

Gelatina

Além dessas opções, outro alimento fonte de colágeno, que aumenta o colágeno no nosso organismo, é a gelatina.

Caso você não saiba, a gelatina nada mais é do que o colágeno cozido. Porém, saiba que não adianta, também, você pegar aquela gelatina de morango, lotada de açúcar, que não vai ter o mesmo efeito benéfico.

Pensando nisso, o ideal é que você realmente compre gelatina sem sabor, as folhas de gelatina para que assim, você tenha os benefícios todos, sem acrescentar corante, conservante, açúcar mesmo.

Alguns estudos já demostraram que consumir a gelatina enriquecida, ou seja, junto com vitamina C, aumentava a síntese de colágeno no seu organismo e a reparação tecidual.

Claro, cabe frisarmos que, em alguns casos quando apenas o consumo de alimentos ricos em colágeno não é suficiente, pode ser recomendado pelo médico o uso de suplementos.

É possível encontrar uma variedade de produtos à base dessa proteína, como os suplementos com colágeno tipo II, hidrolisado, em pó e em cápsulas — que normalmente são utilizados na prevenção e no controle de doenças.

Suplemento proteico vegano: conheça 7 melhores Whey Protein Vegano

Suplemento alimentar – O colágeno hidrolisado

O Colágeno hidrolisado é hoje, sem dúvidas, a opção mais recomendada do mercado. Feito principalmente a partir de ossos e de cartilagem bovina, trata-se de um suplemento que pode ser utilizado para promover a produção de colágeno natural pelo corpo, ajudando a melhorar o aspecto da pele e a fortalecer as articulações, unhas e cabelo.

Quebrado em partes menores pelas moléculas de água para ser melhor absorvido e, assim, melhor aproveitado pelo organismo, é também de fácil absorção pois produz peptídeos, substâncias que auxiliam o trajeto do colágeno à pele.

Os suplementos de colágeno hoje podem ser tomados na forma de cápsulas, comprimidos ou pó. E podem ser misturados com leite, chá, frutas ou junto com a refeição, de acordo com as recomendações do seu nutricionista.

Em geral, com um ótimo preço, estes suplementos podem ser comprados em farmácias, drogarias, lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação, na forma de colágeno hidrolisado.

O tempo de tratamento deve seguir conforme as indicações do profissional da área (dermatologistas e nutricionistas por exemplo), mas em geral varia de pelo menos 9 meses, com uma dose máxima diária de 9 g de colágeno para obter os benefícios dessa proteína.

Conclusão 

E aí? O que achou?  Gostou das dicas e informações? 

Como vimos durante a leitura do artigo, o colágeno é uma das proteínas mais abundantes no nosso corpo sendo responsável por conferir a elasticidade e estrutura muscular no organismo. 

Acontece que a partir dos 35 anos, a produção de colágeno diminui e a sua carência começa a ser percebida.  Infelizmente, quanto mais o tempo passa, menos colágeno fabricamos e, consequentemente, as linhas de expressão e a flacidez tendem a aparecer.

Pensando nisso, é importante repor o colágeno e, para isso você pode utilizar suplementos como é o caso do colágeno hidrolisado que pode ser encontrado em farmácias, drogarias, lojas de produtos naturais e pela internet, na forma de cápsulas ou em pó e que pode ser diluído em água, sucos ou chás.

Antes de comprar, recomendamos apenas que consulte o dermatologista: afinal, há várias opções de tratamentos e seu médico ainda pode combinar mais de uma opção para que o efeito seja mais poderoso.

Até a próxima! 

FAQ

Leave a Comment