Descubra o melhor monitor ultrawide para ter mais produtividade

by Romildo

Descubra o melhor monitor ultrawide para ter mais produtividade

Em se tratando de uma boa configuração para o trabalho, o melhor monitor deve conseguir fidelizar a sua experiência de uso e promover um ambiente aconchegante e tecnológico, que satisfaça as suas necessidades diárias e entregue extras satisfatórios para os momentos “fora da curva”.

Já no caso dos momentos de entretenimento, um monitor adequado poderá reduzir o tempo de resposta, criar frames imersivos e melhorar ainda mais a resolução e cor dos gráficos gerados pelas placas de vídeo, apresentando um verdadeiro universo de detalhes, pronto para ser explorado e aproveitado no seu setup.

Espaço de trabalho, qualidade de imagem, máxima fidelidade de cores… Essas, dentre muitas outras, são características dedicadas a cada categoria de uso desses aparelhos, que podem ser perfeitos para algumas pessoas e, em simultâneo, pouco recomendados para outras.

Escolher um monitor ideal depende sobretudo de alguns conhecimentos extras, que podem ser adquiridos neste nosso guia de compra completo sobre os melhores painéis Ultrawide!

Se você não consegue mais trabalhar com o pequeno display do seu notebook ou acaba tendo o desempenho prejudicado por utilizar uma tela antiga, veja como os modelos Ultrawide podem resolver os seus problemas e te ajudar na hora de trabalhar e se divertir com os seus jogos preferidos.

Recomendações

Assim como a evolução dos computadores ao longo dos anos, o mercado de aparelhos de saída de vídeo também sofreu diversas mudanças positivas, saindo das telas quadradas e de baixa resolução para os painéis IPS 8K de alta durabilidade.

O crescimento dos adeptos pela realidade virtual, dos jogos com alta taxa de atualização e dos gráficos gradativamente imersivos também impactou o rumo dos monitores comuns, que hoje são utilizados para compor hardwares de alta capacidade e reproduzir os games online mais famosos.

A grande necessidade de multitarefas foi um fator primordial para os monitores ideais no home office, que precisam proporcionar mais espaço, cores vibrantes e uma resolução adequada para navegação nos sites de streaming.

Separamos abaixo os 3 melhores monitores para o seu espaço de trabalho ou entretenimento. Dentre eles estão a Escolha Premium, com o melhor produto do mercado, a Nossa Recomendação, para o melhor custo-benefício em imagem, e o Melhor para o seu bolso.

Escolha Premium

Monitor curvo para jogos Samsung série CHG90

Considerado o modelo topo de linha da Samsung para o público gamer, o CHG90 é o destaque da vez para os aficionados em jogos digitais. Tela gigante, baixo tempo de resposta e muitos quadros por segundo. Perfeito para profissionais, ele tem 49 polegadas, cores calibradas de fábrica, tela curva, AMD FreeSync, suporte de painel VESA, resolução de 3840 x 1080 e um design ultra tecnológico para o seu setup gamer.

Nossa recomendação

Monitor Gamer LG Ultrawide 29UM69G – 29″ Full HD IPS

Na faixa dos intermediários e com ótimo custo-benefício, o 29UM69G, da fabricante LG, é uma boa alternativa para quem procura por alta produtividade em um exemplar ultrawide. Embora não tenha as melhores configurações para o público gamer, ele também pode ser uma opção quando se trata dos jogos menos exigentes, entregando uma experiência de entrada mais com alguns diferenciais relevantes, como o AMD FreeSync e o Motion Blur Reduction. Perfeito para uma escrivaninha de home office e prático para os jogadores iniciantes.

Melhor para o seu bolso

Monitor LG Ultrawide 29WL500-29″

Com um preço acessível e boas avaliações dos usuários, o Ultrawide LG 29WL500 tem 29 polegadas e uma boa resolução para atividades de escritório. Além de ter mais espaço útil com relação aos monitores Widescreen, ele traz tecnologia de imagem HDR10, painel IPS e cobertura de cores sRGB.

Itens que você também pode se interessar:

Escolher um bom monitor depende  de alguns fatores primordiais relacionados à usabilidade do aparelho. Como característica genérica, os painéis Ultrawide prezam por um maior ganho de espaço horizontal, sendo bastante recomendados para gamers e para pessoas que precisam ganhar produtividade durante o trabalho.

Entretanto, assim como qualquer eletrônico, alguns detalhes específicos podem trazer funcionalidades extras.

Visando ampliar a nossa lista, trouxemos mais alguns produtos que podem ser interessantes para você!

Os melhores monitores Ultrawide

Tela curva de 49 polegadas
Maior proporção de tela: 32:9
Tecnologia de cor Metal QD
AMD Radeon FreeSync 2 HDR
Resolução de 3,840 x 1,080
Taxa de atualização de 144 Hz
Tela Ultrawide de 29 polegadas IPS
Tempo de resposta de 1 ms
Tecnologia AMD FreeSync
Black Stabilizer, para mais detalhes
Dynamic Action Sync
Tela de 29 polegadas
Painel IPS
OnScreen Control
Resolução de 2560×1080 (Full HD)
Tecnologia AMD FreeSync
Tela curva imersiva 1800R
Espaço de sobra: 34 polegadas
Resolução WQHD (3.440 x 1.440)
Certificação VESA DisplayHDR™ 400
ADM FreeSync Premium
Monitor IPS Full HD
Tempo de resposta de 5 ms
25 polegadas de espaço
Software On-Screen para ajustes de uso
Bordas finas

Mini Guia de Compra

No geral, quem opta por adquirir um monitor Ultrawide precisa de uma maior área de trabalho no seu setup, o que, além do espaço de sobra, também proporciona mais imersão, melhor ângulo de visão e mais conforto durante as atividades no seu computador.

Com a queda dos preços desses aparelhos de vídeo, os modelos comuns (Widescreen) acabaram ficando para trás quando falamos de uma melhor proporção para multitarefas e para os jogos gráficos.

Abrir várias janelas simultaneamente é muito comum na rotina de trabalhar com arquitetura, desenvolvimento de sistemas, redação de textos, edição e design gráfico. E as telas Ultrawide oferecem uma visão ampla de cada projeto, sem que você precise estar alternando entre as telas e desviando a sua atenção do que é realmente importante.

Outra vantagem significativa de ter um monitor Ultrawide é a centralização das suas atividades em um único painel, ao contrário da “quebra”, que encontramos nos setups com dois ou mais monitores para suprir a necessidade de espaço.

Para quem é gamer, essa “quebra” pode prejudicar a jogabilidade e diminuir o ângulo de visualização, especialmente quando se tratam de dois ou mais periféricos com desempenhos distintos em velocidade, frequência e resolução.

Projetados para o consumo de streaming em alta, os painéis Ultrawide também são conhecidos como as “telas de cinema”, visto que a proporção de 21:9 é a mais utilizada na produção de obras cinematográficas. Portanto, se você também gosta de abrir a sua série favorita nos momentos de descanso, essa categoria de monitores não irá te desapontar!

Apesar de toda a praticidade de ter mais espaço, um monitor ultrawide não é recomendado para todos os usuários. Se você não trabalha com multi-tarefas e não é um gamer, pode ser que um novo monitor Widescreen seja mais que suficiente para suprir os seus requisitos de uso.

Por outro lado, se você se enquadra no grupo das pessoas que precisam migrar urgentemente de monitor para um novo exemplar Ultrawide, as dicas que trouxemos neste guia serão indispensáveis na hora de escolher o produto perfeito para o seu ambiente!

Antes de qualquer coisa, é importante saber que os painéis mais largos, assim como os monitores Widescreen, também podem trazer tecnologias adicionais, o que faz com que esses custam mais que os modelos inferiores. O FreeSync é um bom exemplo disso. Ademais, também podemos citar a alta resolução e a frequência.

Monitor curvo para jogos Samsung série CHG90

O maior Ultrawide para o seu entretenimento

Fabricado pela Samsung, o monitor Super Ultrawide CHG90 é um dos monitores com o maior painel do mercado de eletrônicos, se destacando como uma ótima alternativa para o público gamer, veja o porquê!

Bom contraste de cores, alta durabilidade (conforme as boas recomendações dos usuários no site da Amazon) e ergonomia, esse monitor tem espaço de sobra para uma experiência imersiva nos jogos.

Muito diferente dos modelos comuns, ele é um produto “fora da curva”, apresentando proporção de 32:9 (32 pixels de largura a cada nove de altura) em uma tela de 47 polegadas, raio de curvatura de 1.800R e bordas praticamente imperceptíveis ao redor do painel.

Isso é equivalente a dois monitores Full HD de 27 polegadas lado a lado, mas sem as molduras interferindo na visibilidade durante as partidas.

Para quem gosta de passar muito tempo jogando, um monitor robusto e que entregue um bom desempenho é essencial. Embora seja uma informação que muitas pessoas desconsideram na hora da compra, a baixa taxa de atualização da tela do aparelho também pode significar baixo rendimento.

O Samsung CHG90 traz a configuração de 144 Hz de frequência, presente em pouquíssimos modelos de monitores para jogos. Atualizada até 144 vezes por segundos (144 FPS), esse painel enorme não vai deixar você perder os detalhes gráficos relevantes na hora de se divertir. Enquanto boa parte das pessoas utilizam até 60 FPS, você poderá estar ainda mais imerso e focado no que acontece no cenário virtual.

Sempre focado no que realmente importa: por ter um painel curvo, o CHG90 sai na frente quando comparado a outros monitores com tamanho similar. Ter uma tela muito grande e sem nenhuma curvatura pode trazer dificuldades de visualização, por isso o ângulo perfeito deve sempre ser considerado.

De acordo com algumas pesquisas sobre a percepção dos olhos humanos, a configuração de 1500R é a mais confortável e adequada para monitores, já que você não vai precisar estar movimentando a cabeça para alcançar as extremidades do painel.

Quando se trata desse exemplar, 1800R acaba sendo essencial pelo seu tamanho de 47 polegadas, causando uma imersão maior nos jogos e diminuindo a perda de visão nos monitores planos. É tela suficiente para que você não caia na distração e desenvolva foco nas suas tarefas.

Alguns pontos extras também podem ser destacados nesse aparelho, como as muitas possibilidades de ajustes do suporte HAS, para uma melhor ergonomia. Além disso, podemos citar o AMD FreeSync 2, para jogos mais fluidos, o equalizador de preto original, o painel de configurações OSD e o multi-dispositivo, que permite conectar dois computadores em simultâneo, dividindo a exigência de desempenho entre ambos.

Tempo de resposta de 1 ms, Joystick para controle manual dos ajustes e bordas ultrafinas também ressaltam a beleza deste produto.

Assim como todos os eletrônicos, o CHG90 também tem os seus pontos fracos. O peso de 12 KG do painel exige uma mesa bem mais robusta para o seu setup, além de um espaço muito além da média dos monitores menores.

Apesar de ter ótimas possibilidades de ajustes, ele não permite o posicionamento na vertical (por motivos óbvios), o que, para programadores e produtores de conteúdos para redes sociais, pode ser um ponto negativo gritante.

A sua resolução não passará dos 3840 por 1080, o que é bem ruim para um aparelho nessa faixa de preço. O mesmo acontece com o seu painel VA, que perde bastante com relação aos monitores baratos e com a tecnologia IPS. A luz traseira, que de nada serve, senão por estética, apenas aumenta o consumo de energia do aparelho, que chega a 113 Watts.

Por fim, a falta de alto-falantes embutidos pode ser um baita problema para quem quer utilizar essa tela para ver streamings.

Entretanto, apesar de todas essas considerações, resumimos o monitor da Samsung como um modelo perfeito para o público gamer profissional, que quer investir em um produto extra-espaçoso para o seu setup!

Vantagens


Tela de 47 polegadas
Painel curvo de 1800R
Diversas opções de regulagens
Taxa de atualização de 144 Hz
Tempo de resposta de 1 ms
Suporte a AMD FreeSync 2

Desvantagens


Produto com alto consumo energético
Resolução abaixo da média (3840 por 1080)
O painel não é IPS
Por ser bastante pesado, pode exigir uma estrutura mais robusta no seu setup

Monitor Gamer LG Ultrawide 29UM69G – 29″ Full HD IPS

A linha intermediária versátil com diferenciais super tecnológicos

Diferente da Samsung, a LG optou por entrar no mercado de monitores Ultrawide com modelos intermediários e super tecnológicos. Mais que apenas uma tela enorme, o 28UM69G traz versatilidade, painel de ponta e detalhes que chegam a atender diversas categorias de usuários.

Design versátil, hardware intermediário: na linha dos monitores para jogos, o 29UM69G é considerado um monitor de alta concorrência da LG, mas não traz um design tão inovador para esse público. Diríamos que ele é um aparelho “versátil” entre uma pessoa que busca um exemplar Home Office e um Gamer iniciante.

Suporte de sustentação simples e detalhes em black piano são características desse produto, que infelizmente não tem as bordas tão finas, detalhe extra que poderia deixar o setup mais bonito e imersivo.

Painel com tecnologia: longe de ter toda a tecnologia de ângulo de um monitor curvo, ele satisfaz as necessidades de quem quer migrar para um modelo Ultrawide de tela ampla (29 polegadas) com a proporção mais comum de 21:9. O painel já é IPS e tem a resolução de 2560 por 1080 pixels, perfeito para o trabalho em Home Office (salvo no caso de edição de imagens e vídeos) e aceitável para jogos medianos.

Se você está em busca de um monitor para jogos, esse modelo tem algumas características que podem ser bastante atrativas. Tempo de resposta de 1ms, AMD FreeSync (ideal para quem tem placa de vídeo AMD), Black Stabilizer, para deixar todos os detalhes visíveis nas partidas, modos de jogo ajustáveis pelo Game Mode (como o FPS e RTS), Dynamic Action Sync (torna a imagem mais rápida e dinâmica) e a taxa de atualização de 75 Hz (superior aos 60 Hz de alguns monitores mais caros).

Essas características tornam o LG 29UM69G um bom exemplar para o seu setup, estando pronto para rodar, sem problemas, boa parte dos jogos disponíveis no mercado gráfico. Para equilibrar todos esses recursos, vale a pena ler por completo o manual do aparelho antes de iniciar as partidas.

Um ponto positivo que chamou bastante atenção nesse monitor é o seu baixo consumo energético 23,3 Whatts, que acaba sendo ideal para quem passa muitas horas em frente a tela. 

Diferenciais de mercado: se você gosta de consumir streamings, os alto-falantes embutidos serão perfeitos para descansar os seus headphones. Eles se destacam por graves e agudos bem definidos e um som relativamente alto.

Assim como os monitores da Samsung, a LG também investiu em software de gerenciamento de tela, que embora simples, auxilia bastante na divisão de conteúdos no painel, melhorando a produtividade no trabalho. 

Ele tem conexões DVI port, HDMI, saída para fones de ouvido e entrada de vídeo USB-C, perfeita para quem é usuário de MacBook.

Os pontos negativos ficam por conta dos poucos ajustes de tela no suporte original, a necessidade de calibração de cores adicional para um desempenho melhor de imagem, o acabamento em black piano (que acaba manchando bastante) e o temido Ghosting– rastro deixado nos píxeis durante o uso em jogos.  

Vantagens


Tela Ultrawide de 29 polegadas
Painel IPS com 1 ms de tempo de resposta
Taxa de atualização de 75 Hz (ótima para um monitor intermediário)
Suporte a AMD FreeSync
Tem alto-falantes embutidos
Baixo consumo energético
Tem conexão USB-C

Desvantagens


As bordas são bem largas
Acabamento mancha com facilidade
Não tem muitos ajustes (apenas de inclinação)
Ocasiona um pouco de Ghosting

Monitor LG Ultrawide 29WL500-29″

O multi-tarefas mais acessível para estudos e Home Office

O modo multi-tarefas é um dos mais buscados nos monitores atuais, principalmente para o público que quer um monitor para estudos ou Home Office. O espaço vertical mal aproveitado dos exemplares Widescreen leva as pessoas a buscarem por novas alternativas, com baixo custo e ótimas vantagens. O 29WL500, também da LG, é um desses produtos!

Painel inovador, recursos básicos: pensando em um público que busca por custo-benefício, este monitor foi fabricado para economizar nos detalhes e surpreender no desempenho. A estrutura em plástico fosco cria um ambiente mais simples e versátil.

Ele não tem nenhum detalhe estrutural para o público gamer, mas é ideal para quem quer um produto para melhorar nos estudos e ser mais produtivo(a).

O painel desse monitor também é IPS – o que é muito bom para o seu baixo preço – e tem a resolução de 2560 por 1080 (Full HD), ainda presente em muitos produtos até 3 vezes mais caros. A sua cobertura de cores é bastante ampla e ele atende bem quem trabalha com edição de vídeos e fotos (embora uma calibragem adicional se faça necessária).

Tornando-o pouco interessante para quem gosta de jogos em alta performance, os 5 ms de tempo de resposta é suficiente para o uso casual do monitor, mas logo de cara, já informamos que existem produtos melhores para os gamers de plantão!

Ele também tem AMD FreeSync e Black Stabilizer, como os seus concorrentes mais próximos (também da LG), mas diríamos que essas são tecnologias literalmente “extras” para nada mais que alguns momentos de entretenimento com jogos digitais.

Espaço suficiente para estudar ou trabalhar: falando do que realmente é destaque nesta tela, podemos indicar o seu amplo espaço para o trabalho e estudos, com até 33% a mais de tela que um monitor Widescreen. Isso quer dizer mais liberdade para reproduzir um player enquanto navega pela internet ou redigir um relatório enquanto assiste a sua aula online.

O que poderia melhorar: tendo em vista o baixo preço desse monitor, já podemos esperar alguns pontos negativos relevantes na hora de utilizá-lo. Assim como a nossa recomendação anterior, ele tem apenas o pouco ajuste de inclinação, e caso você opte por adquiri-lo, recomendamos a compra de um suporte a gás para criar um espaço bem mais ergonômico.

As bordas da tela também são um pouco largas, mas nada que incomode muito. Ele não tem auto-falantes embutidos, o que vai ser um problema para quem não tem nenhuma saída de áudio externa, como uma caixinha de som ou headphone.

Apesar disso, esse ainda é um monitor Ultrawide que recomendamos para usuários casuais, com possibilidade de conexão para multi-dispositivos, alguns recursos para jogos e um baita espaço para o trabalho do dia a dia.

Vantagens


Tela Ultrawide de 29 polegadas
Proporção comum de 21:9
Painel IPS Full HD com bom equilíbrio de cores
Tem AMD FreeSync
Software OnScreen Control nativo
Permite conectar mais de um computador via HDMI

Desvantagens


Tem apenas ajuste de inclinação (pouco ergonômico)
Não tem auto-falantes embutidos
O preto não é tão bom
As bordas são um pouco largas

Monitor Dell Curvo WQHD 34″ S3422DWG Preto

O monitor que reúne todos os recursos necessários para uma experiência de Home Office premium

Com um nicho de mercado parecido ao CHG90, da Samsung, o S3422DWG é considerado o modelo Premium da Dell para quem precisa de alta performance e produtividade, painel com cores super fidedignas, bastante espaço para trabalhar e alta ergonomia para o seu conforto.

Antes de falarmos sobre tudo o que o monitor traz de desempenho para o seu setup Home Office, vamos falar do que pode criar um ambiente ainda mais produtivo: o conforto.

Esse produto tem o maior número de ajustes possíveis, com inclinação, rotação e controle de altura nativo. A base firme e resistente impede que ele fique “bambo” na sua mesa e possibilita a melhor ergonomia durante o seu trabalho do dia a dia. Iluminação para o seu teclado: por ter uma tela curva, ele também acaba iluminando o espaço abaixo durante a noite.

Design moderno e estrutura durável: ao invés de criar um aparelho com máxima personalização, a Dell resolveu investir em um design moderno e clean, com 100% de estrutura útil e uma aparência que chama atenção.

Embora não tenha telas ultrafinas, ele acaba criando um ambiente work harmônico e inovador. O preto fosco rejeita as manchas e traz robustez e durabilidade. Não é à toa que a Dell oferece garantia oficial de 3 anos para troca imediata do aparelho.

Painel intermediário, mas com recursos de ponta: mesmo com um simples painel VA, a Dell conseguiu trazer cores super fidedignas com calibração de fábrica, o que atrai bastante as pessoas que trabalham com edição de imagens e vídeos. 34 polegadas de tamanho na proporção de 21:9 está bem acima da média, e pode ser ainda mais proveito com o software Dell Display Manager.

Algumas características extras ainda criam a incrível experiência de uso desse monitor, como o tempo de resposta de 2 ms, a resolução de 3440 por 1440, o preto confiável e a curvatura de 1800R, que estende a sua visão horizontal sem perder o conforto.

Recursos que você vai utilizar: além de um som embutido bem satisfatório(que muitas pessoas sentem falta em outros monitores), o S3422DWG vem com diversas conexões disponíveis, com alguns cabos originais Dell inclusos. 2 portas HDMI 2.0, Displayport, saída de áudio e diversas portas USB para upstream. Carregar o seu celular ou transferir arquivos do seu HD não exigirá mais nenhum HUB externo para o seu notebook. Basta plugar em uma das duas saídas laterais e transferir os seus conteúdos rapidamente.

Entretantoalgumas coisas poderiam melhorar nesse aparelho, que ainda tem um alto custo. Dentre as quais está a necessidade de um painel IPS e uma resolução 4K. No geral, continua sendo uma ótima recomendação de compra para um Home Office de alto nível.

Vantagens


Tela de 34 polegadas retroiluminada
Curvatura de 1800R
AMD FreeSync
Tempo de resposta de 2 ms
Calibração de cores de fábrica Dell
3 anos de garantia de fábrica, troca integral do produto
Estrutura resistente com todos os ajustes
Tem portas USB laterais para Upstream

Desvantagens


O painel não é IPS
A resolução poderia ser melhor, pelo seu preço
Não tem um painel ultrafino
É bastante pesado (15 KG)

LG 25UM58-PF Ultrawide – Monitor Gamer LED 25″ Full HD

O monitor Ultrawide custo-benefício mais bem-avaliado

Mais um produto da LG, o Ultrawide 25UM58 é o monitor com as melhores avaliações do site da Amazon, e por esse motivo foi escolhido para a nossa lista de recomendações. Ele tem bordas pequenas, uma boa reprodução de imagens, qualidade Full HD e algumas outras configurações que o colocam no topo dos produtos baratos e bons para quem quer sair dos monitores Widescreen.

Painel IPS barato: dentre os monitores para usuários iniciantes, o monitor 25UM58 é o melhor da LG. O que acaba surpreendendo muitas pessoas é o seu painel IPS, que traz uma altíssima qualidade de tela para reprodução de vídeos e jogos. Essa tecnologia transforma a tela em uma experiência agradável aos olhos, dando uma aparência de produto Premium durante o uso. Pelo seu preço, diríamos ser o melhor produto com esse recurso.

Infelizmente, a estrutura simples desse aparelho cria uma impressão de setup barato, e o black piano mais atrapalha que ajuda na hora de marcar uma boa presença. O plástico utilizado na fabricação dos pés não é tão robusto e pode arranhar com muita facilidade, assim como as bordas do monitor. Mas esses não seriam problemas para quem vai utilizar algum suporte externo, que já vamos julgando ser bastante necessário.

Se você quer um ambiente de trabalho ou de jogos confortável e equilibrado, saiba que esse monitor tem apenas um leve ajuste de inclinação. Para evitar que você acabe tendo problemas com má postura, a compra de um pistão a gás não seria uma má ideia, principalmente considerando que ele conta com o suporte VESA.

Recursos que marcam presença da marca: como quase em todas as telas, alguns recursos marcam a presença da LG no seu desempenho, e com esse modelo não é diferente. Para os gamers, ele tem as funções Dynamic Action Sync e Black Stabilizer. Já para os usuários mais casuais, ele traz o software OnScreen, para dividir a tela da melhor forma durante o trabalho ou estudos, o que não é nada mal para um Ultrawide de 29 polegadas e proporção 21:9.

Longe de ser o mais rápido, ele tem tempo de resposta de 5 ms, pouco atrativo para jogadores profissionais, mas que ainda atende alguns momentos de diversão e entretenimento nos horários vagos. A frequência de 60 Hz o deixa na linha dos bem básicos em FPS.

Por fim, ele traz uma cobertura de cores de até 99% sRGB e tem o Game Mode embutido.

Vantagens


Tela Ultrawide de 29 polegadas 21:9
Painel IPS
sRGB superior a 99%
Game Mode embutido
Dynamic Action Sync
Black Stabilizer
Tem saída de fone de ouvido

Desvantagens


Taxa de atualização de apenas 60Hz
Alto tempo de resposta
Não oferece ajustes de altura ou rotação
Não tem alto-falante embutido

Guia do comprador

Os monitores Ultrawide foram desenvolvidos para o mercado de eletrônicos pensando na reprodução ampla de obras cinematográficas, que passaram a ser produzidas no formato 21:9. Fabricados inicialmente por marcas como a Philips, eles foram bem aceitos no mercado e hoje são considerados símbolos de um setup bem-produzido, com conforto, alto desempenho e multitarefas.

Perfeitos para diversas funcionalidades, eles cresceram ainda mais na amplificação do mercado de jogos digitais, oferecendo uma tela ampla e espaçosa para longas horas de entretenimento. Além disso, são ótimos para o consumo de conteúdos em streamings, como os filmes e séries mais novos  – que aceitam esse formato -.

Com diversas funcionalidades, os monitores Ultrawide são bem mais versáteis que os convencionais Widescreen, possibilitando mais produtividade no trabalho, melhor foco nos estudos e melhor desempenho gráfico nos games, como é o caso dos monitores 4K.

Separamos neste guia as melhores dicas para escolher o melhor monitor Ultrawide para o seu setup, com todas as informações sobre o que observar antes de adquirir o produto mais adequado para dispor na sua mesa!

Como escolher o melhor monitor Ultrawide

Assim como qualquer outro eletrônico, escolher um monitor ideal exige alguns conhecimentos sobre essa categoria de aparelhos, sempre considerando as suas necessidades e o melhor custo-benefício, pagando pouco e tendo tudo o que você precisa para o seu ambiente.

Resolução da tela

A resolução é uma das características mais relevantes no que diz respeito à qualidade de imagem que o monitor pode projetar. Ela traduz o nível de detalhes visíveis em um frame por meio da percepção humana. Quanto maior a resolução, melhor será a qualidade dos quadros no monitor.

Com o grande crescimento da tecnologia, já é possível encontrar monitores na resolução de 10K, o equivalente a 10240 × 4320 pixels. Abaixo disso, podemos encontrar painéis 8K (7680 x 4320), 4K (3840 x 2160), 2K (2048 x 1080), Full HD (1920×1080) e HD (1280 x 720).

Para quem gosta de jogos, edição de vídeos, imagens e consumo de streaming, quanto maior, melhor será a experiência de uso. Para o uso convencional, como é o caso do Home Office, os melhores monitores Full HD atenderão perfeitamente as necessidades.

Tamanho do monitor

Geralmente, boa parte dos monitores Ultrawide estão na mesma faixa de proporção (21:9), o que ocasiona poucas diferenças na hora de decidir qual deles comprar. Entretanto, quanto maior o monitor, mais imersiva será a sua experiência e mais espaço útil você terá.

Os pontos negativos dos monitores Super Ultrawide é o peso, que exige uma mesa e suporte mais robustos, além de ocupar mais espaço na organização do seu setup. A nossa dica é escolher um limite satisfatório para o que você realmente necessita.

Tipos de painéis

Boa parte dos monitores atuais possuem as tecnologias de painéis VA e IPS. Saiba quais são as diferenças entre eles para escolher o melhor para você. Ambos são fabricados com estrutura de cristais líquidos, entretanto, a disposição dos componentes altera a qualidade da imagem reproduzida.

Nos painéis VA, os pixels são dispostos na vertical, o que diminui o ângulo de visão do monitor. Quanto mais distante, pior será a imagem. Por outro lado, esse tipo apresenta uma fidelidade maior de preto, por seu alto contraste entre as cores. Ele tem o menor tempo de resposta para os gamers.

Os painéis IPS tem os pixels dispostos na horizontal, melhorando o ângulo de visão – sendo perfeito para os melhores monitores curvos – e criando vetores mais fidedignos para quem trabalha com edição de imagens e vídeos. Eles têm um maior tempo de resposta e o contraste menos interessante.

Taxa de atualização

A taxa de atualização é o número de vezes que o monitor atualiza o seu frame, por segundo. Essa grandeza é medida em Hertz (Hz). Quanto mais rápida é essa atualização, mais fluida fica a reprodução de arquivos de vídeos e jogos. A média de taxa de transmissão de um monitor intermediário é de 75 Hz.

Tempo de resposta

Diferente da frequência, o tempo de resposta é a medida intermediária entre a apresentação do quadro e a mudança dele. Uma boa forma de perceber a importância do tempo de resposta é cair no ghost, também chamado “efeito fantasma”. Se trata das “sombras” dos componentes deixadas nos pixels enquanto eles se movem.

Quanto menor o tempo de resposta, melhor será o desempenho do monitor nos jogos digitais. A medida ideal de tempo de resposta é de 1 milissegundo.

Curvatura

Uma dúvida bastante comum na hora de escolher um monitor é com relação à curvatura. Realmente vale a pena comprar um monitor com esse recurso?

A curvatura de um monitor é medida pelo Raio. Quanto mais próximo de 1500, mais confortável e imersiva será a imagem para a visão humana. Essa característica é perfeita para o público gamer, já que com ela é possível enxergar os detalhes periféricos bem mais rápido que nos monitores planos. Para o Home Office, ela pode proporcionar um melhor ângulo no uso de funções específicas, como edição de mídias.

Embora ofereça mais foco que as telas comuns, comprar um bom monitor curvo exige um investimento um pouco mais alto, e a nossa recomendação é que só vale investir se você é gamer ou realmente quer uma nova experiência de produtividade.

Recursos extras: o que pode fazer a diferença no seu setup!

Além das principais especificações técnicas que apresentamos sobre os monitores logo acima, também existem outras funcionalidades que fazem uma baita diferença na usabilidade de uma tela Ultrawide.

Ajustes

Essencial para o conforto durante o trabalho, estudos ou entretenimento, os ajustes do monitor podem diminuir a fadiga e cansaço, criando um ambiente mais aconchegante e funcional.

Quanto mais ajustes ele tem, melhor será o monitor para o seu setup. Para os modelos que têm apenas ajustes de inclinação, recomendamos fortemente os suportes articulados.

Tecnologias para gamers

Se o seu intuito é comprar um monitor para jogos, dar preferência a tecnologias como o suporte ao AMD FreeSync, o Motion Blur, o Adaptive Sync e o Black Stabilizer pode fazer uma grande diferença. Esses recursos estão presentes em boa parte dos modelos dedicados a essa função e custam bem menos do que optar por uma tela curva, por exemplo.

Consumo energético

Contrariando o que muitas pessoas imaginam, é bem possível comprar um monitor de alta performance e com baixo consumo energético. Buscar por selos de eficiência e comparar o consumo em Watts é uma ótima forma de diminuir os gastos com energia elétrica no seu ambiente de trabalho.

Garantia e durabilidade

Um produto durável é sinônimo de economia e de boa escolha. A melhor forma de saber a durabilidade e a robustez de um aparelho como esses é analisar a opinião de compradores. Sites como a Amazon e a Americanas oferecem feedbacks importantes.

Analisar o tempo de garantia oferecido pelo fabricante também é importante. Os exemplares da Dell são ótimos quando se trata de durabilidade.

Veja mais informações aqui: Aprenda a calibrar o monitor do PC para ter cores mais precisas

Conclusão

Agora que você já sabe quais são os melhores monitores Ultrawide do mercado e como escolher o modelo perfeito para o seu setup, basta fazer a sua melhor escolha e comprar o produto ideal para os seus jogos ou Home Office.

Escolhemos o Monitor Gamer LG Ultrawide 29UM69G por ter o melhor custo-benefício para os aparelhos intermediários, estando entre os mais bem-avaliados da Amazon e itens que realmente fazem a diferença no seu dia-a-dia!

FAQ

Leave a Comment